Princípio e Filosofia

SOBRE OS VÍDEOS:




"EU SOU QUEM SOU"... אהיה אשׁר אהיה Êxodo 3:14...

"Ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é JESUS CRISTO" (1 Coríntios 3:11)...

O ETERNO, AQUELE que não é possível definir, SUA NATUREZA é TOTALMENTE DISTINTA, ÚNICO, ABSOLUTO...

ELE se dirige a nós sendo SER PARADOXAL que CRIA TUDO e é DISTINTO de tudo por SUA PRÓPRIA NATUREZA... 

Mas que se revela em SUA PESSOA por SEU AMOR, GRAÇA, SOBERANIA, PODER, HUMILHAÇÃO e MAJESTADE...

Não é possível irmos a ELE... 

Não é possível nos convertermos a ELE...

Não é possível nos tornarmos algo para ELE...

Não há religião DELE...

ELE TÃO SOMENTE É por SER QUEM É... É MEDIADOR DE SI MESMO em SEU MESSIAH, IGUALMENTE DEUS ETERNO COM O ETERNO que envia O ESPÍRITO ETERNO, o DEUS ETERNO que ministra durante este tempo até a VINDA DO MESSIAH para julgar o mundo.

ELE que nos chama no MESSIAH, pessoas que chamadas por ELE, por meio DELE são para ELE e em seu coloquial idioma no qual falou estes fenômenos da chamada, utiliza a palavra "εκκλησίαν μου" (minha igreja ou "ekklesian mou"), simplesmente significando "pessoas que ELE está chamando de fora DELE, da ausência DELE (Ek = de; Kaleo = chamados), para ELE... 

Assim como um PAI que chama seus filhos de "meus filhos", o MESSIAH chama os seus de "εκκλησίαν μου" ("minha ekklesia, ou os meus que eu mesmo chamei de fora de mim para mim e por mim gerei para mim estes filhos = João 1:12-13)...

As palavras com o tempo podem "adoecer" ou perder seu significado original por diversos fatores, pelo tratamento inadequado a palavra, pelas novas idéias que vão ajustando a palavra aos costumes e então gerando novas tradições que tendem a ter mais autoridade que a palavra original.

Não há qualquer semelhança nos dias de CRISTO quando ELE utilizou a palavra "ekklesia", com o que se vê principalmente após o ano 313 d.C. e muito menos ainda o que se vê hoje. Lamentável é que as pessoas valorizam o sentido do espírito das eras e das épocas e dos significados que a tradição dos cristãos lhe atribuem e tem mais amor e temor a estas novas construções do significado do que se submeterem ao conteúdo, significado, sentido e propósito que o SENHOR outorgou ao seus nos méritos documentados da INERRANTE PALAVRA ETERNA...

Desta forma a palavra "ekklesia" (igreja), após principalmente o terceiro século, perde totalmente o seu significado original e no século XXI chega a ser confundida com instituição, organização, empresa, grupo terapêutico, empreendedorismo espiritualizado, grupos de entretenimento, grupos sob gestão sob planejamento motivacional, denominacionalismo, clericalismo, show business, grupos ritualizados, grupos de pensamento positivo sob a nomenclatura de fé (outra palavra que adoeceu perdendo completamente seu significado original). Assim "igreja" chega a ter até mesmo uma conotação geográfica, com endereço físico, com sólidos vínculos com o estado por desfrutar dos benefícios estatais como por volta do ano 313 d.C. neste assédio a ekklesia daqueles dias sucumbiu em grande parte... Mesmo tendo Jesus afirmado em João 4 que não há qualquer conotação desta forma quando se trata das relações com DEUS o que se diz ser de CRISTO abandona a PALAVRA DE DEUS mas não a substitui, mas a utiliza e assim cria um senso de justificação para legitimar o neo cristianismo...

Mas como o SENHOR, o MESSIAH afirma: 

"porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram" (Mateus 7:14)

"Não temas, ó pequeno rebanho! porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino." (Lucas 12:32)

O CAMINHO é tão estreito quanto a VERDADE porque ÚNICA, mas é tão AMPLA quanto a VERDADE na ETERNIDADE que ELA É...

A via para a "ekklesia" é descrita em Hebreus 11 e 12 e estes não são aceitos no mundo...

Mas que a PALAVRA está firmada para sempre e é o maios sinal escatológico que há:

"E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim." (Mateus 24:14)

Hoje, nós os que fomos chamados pelo MESSIAH, o CRISTO, JESUS DE NAZARÉ, o ÚNICO MEDIADOR ENTRE DEUS E OS HOMENS, agora por definição "EKKLESIA NASCENTE DE CRISTO", pois por ELE chamados, entendendo que devemos ser a narrativa do SENHOR em nossas vidas, então entendemos ser a chamada ampla a tal ponto que atinge a forma de ser NELE então a forma está na PALAVRA e então nas origens, no centro, em CRISTO mesmo, assim no sentido de quando nasceu então EKKLESIA NASCENTE DE CRISTO... 

Assim nos arrependemos pelo chamado da PALAVRA, tanto para a salvação quanto para a continuidade de vida na CONTINUIDADE DA VIDA DE CRISTO no conteúdo que gera a forma que esta PALAVRA significa...

Talvez seja tarde para muitos... Mas... Talvez não seja tarde para alguns...

heber, pastor e professor...






Comments